A very Brazilian Gringo | Uncle Brazil Podcast #03

Audio Transcription

Fala pessoal! tudo bem?

bem-vindos ao Uncle Brazil Podcast. Aqui é o melhor lugar para praticar português e para conhecer um pouco mais sobre esse mundo chamado Brasil.

O link para transcrição dessa entrevista está aqui na descrição do episódio.

– Pessoal, hoje eu vou conversar com o Seth. O Seth é americano e criador do projeto “Amigo Gringo” Bem-vindo Seth eu tô muito feliz em receber você aqui e eu queria que você falasse por favor um pouquinho de você e do seu projeto.

– Claro! Primeiro obrigado pelo convite estou só vendo agora que esse símbolo do Uncle Brazil é um tucano na roupa do Tio Sam. é isso?

– É isso mesmo. Eu fiz uma brincadeira, misturando as culturas.

– muito bom. Então, eu sou americano eu sou nova yorkino eu estou falando desde minha casa em Queens New York agora Mas comecei a visitar Brasil em 2003 quando comecei a aprender português. queria praticar e em 2014 comecei junto com os amigos e colegas brasileiros o projeto amigo gringo que na época era só um canal de YouTube “amigo gringo” para ajudar osbrasileiros a visitar em Nova York de forma mais genuína como se fosse nova yorkino para ter uma experiência mais “Nativa” vamos dizer entre aspas em Nova York é o canal cresceu e deu muitas outras coisas também a gente faz vídeos de reação gringa onde meus amigos gringos reagem a comidas brasileiras em todas as coisas do YouTube é claro que estamos no Insta, Tik Tok e virou um mundo já vai fazer oito anos que estou nisso e me ajudou muito a formar um relacionamento muito especial com os brasileiros porque eu tenho amigos brasileiros. Tenho até um afilhado brasileiro mas eu também tenho milhares de contatos com brasileiros de todo o Brasil pelo meu canal e as pessoas mandando comentários. Então para mim eu também sou jornalista, Eu também sou professor de jornalismo aqui em Nova York mas a parte mais interessante da minha vida é a minha interação com o Brasil com as pessoas que seguem no canal as pessoas que viraram parte da minha vida do meu dia a dia e me fazem sentir bem conectado não só com meus amigos em São Paulo e no Rio e Recife e as grandes cidades onde conheço pessoas mas também em todas as cidadezinhas do interior do Brasil me escrevem de todo lugar, tem todas as diferentes da atitudes políticas todas as profissões e deixa entender melhor o Brasil do que eu entendi antes de fazer o canal. bom falei muito, né? Eu gosto de falar!

The complete content is available only to members.

Become a member for U$4/month and have access to all the content in my blog and other benefits 🙂


Become a member Already a member? Log in

– Tá ótimo. É legal porque através da interação que você tem com os nativos, com os locais você passou a conhecer melhor o Brasil, correto?

– É exatamente isso.

– É a melhor forma de você entrar realmente na cultura do país conhecer os locais né?

– Porque entre outras coisas Normalmente quando a gente conhece outro país a gente conhece um tipo de pessoa ou se você é turista Você conhece as pessoas que trabalham com turismo. ou se você vai estudar Você conhece os alunos da sua faculdade os professores sei lá ou Mil outras possibilidades mas eu tenho contato com todo tipo de brasileiro bom não todo tipo porque se você não tem internet você não vai ter contato com meu canal mas aí também Visitei já conheço todos os estados do Brasil, menos um, então também conheço fisicamente muitas partes do Brasil porque também sou jornalista de viagens

– legal. qual o estado que você não conhece ainda?

– eu vou te dar uma pista eu ouvi falar que tem dinossauros que tem dinossauros e é lugar que nem todo mundo acha que existe

– eu diria que é no norte do Brasil. Acertei?

– É o Acre! Você não falam no Rio que o Acre não existe?

– É verdade. É longe!

– em São Paulo eu não aguento mais essa piada tá todo mundo contado essa piada como se fosse a melhor piada do mundo mas tudo bem.

– eu entrevistei seth no penúltimo episódio eu conversei com brazilian Buddy e para ele também só falta um estado para visitar no Brasil: Roraima. vocês podem conversar!

– eu ouvi! eu ouvi esse podcast. Claro.

– vocês podem trocar informações ele te passa de Roraima e você passa para ele do acre.

– exatamente

– Seth, a pergunta que eu te faço é a seguinte: eu tenho alunos de várias partes do mundo então por exemplo eu tenho uma aluna russa que se apaixonou pelo Brasil e pelo nosso idioma por causa do Forró. por causa do Forró ela começou a estudar português veio visitar o Brasil. um outro aluno começou a estudar português por causa dos jiu-jitsu. Então, as pessoas entram em contato com a nossa cultura de formas diferentes. o que eu queria perguntar para você é o seguinte: como começou a sua paixão pelo Brasil. qual foi a sua porta de entrada?

– nossa, eu acho que eu tenho uma resposta. eu nunca pensei nisso antes mas eu acho que tem uma resposta não tão comum que eu acho que minha forma de entrar, me apaixonar pelo Brasil vendo português mesmo.

– sério?

– porque eu gosto de língua eu gosto de palavras etc e eu passei muito tempo em Nova York virando fluente em espanhol porque aqui temos no jornalismo daqui é uma grande vantagem falar Espanhol porque uns dois milhões de habitantes da cidade de Nova York são latino-americanos, hispânicos. e alguém me falou um dia um amigo meu falou: Você fala espanhol vai ser mais fácil para você aprender português do que um americano normal sei lá quem não fala espanhol porque são parecidos não são iguais mas são parecidos e eu comecei a estudar e eu comecei a fazer aula e eu me apaixonei pela língua mesmo. eu estudei as diferenças entre em português e espanhol o português é um uma língua foneticamente mais sofisticada do que espanhol. eu não sou uma dessas pessoas que o português é tão difícil como as pessoas dizem. Eu não acho tão difícil quanto Mandarim por exemplo como Russo alemão é muito mais complicado  gramaticalmente mas é muito mais complexo Eu acho que o espanhol e eu achei fascinante. por eu ser nerd de gramática e nerd de vocabulário e nerd de palavras. E daí eu comecei a visitar o Brasil e me apaixonei por muitos outras coisas. Minha primeira viagem foi para Amazonas. primeiro estado que conheci do Brasil foi Amazonas e o primeiro município que pisei, coloquei o pé no Brasil foi Tabatinga na Fronteira Colombiana. eu entrei no Brasil atravessando a rua entre Letícia Colômbia e Tabatinga Amazonas. Então me apaixonei também pela vida de barcos, por viajar de barco de cidade a cidade ao invés de ônibus ou carro. que é a vida da Amazônia.

– Essa história é muito interessante porque primeiro então você se apaixonou pela língua, através da língua você veio a conhecer a nossa cultura e a sua primeira experiência aqui no Brasil foi no Estado do Amazonas e o que te levou ao estado, Por que você escolheu esse estado?

– eu vou te falar é uma história, eu era repórter eu estava almoçando no Bronx, detalhe: depois de muitos anos falando português eu acho que “almoçar” é uma palavra muito difícil de pronunciar al-mo-çar, sei lá é muito complicado não sei porquê. Bom, eu tava no bronx eu estava com o livro “Guia do Brasil” porque era 2003 2004 não existia iPad ou iPhone ou nada para estar vendo o que fazer no Brasil e o cara me viu, chegou a mesa você vai visitar o Brasil? porque eu estava com um guia Brasil. o cara era belga não sei porque é um detalhe e ele falou porque que você vai para o Brasil eu falei porque estou aprendendo português, Quero melhorar meu português (não preciso visitar para aprender obviamente mas obviamente ajuda). ele falou eu vou te falar o que você tem que fazer se você quer aprender o português mais rápido: você tem que pegar um voo para Bogotá. Eu falei “esse cara é maluco, né?!”. Como assim pegar o voo para Bogotá? então você vai para Bogotá passa dois dias em Bogotá é bonita a cidade depois pega outro voo para Letícia, Colômbia, que é divisa com o Brasil. daí Você atravessa a rua, você no Brasil, Tabatinga, Amazonas. daí você vai ter Benjamin Constant, Amazonas, e você vai pegar o barco para Manaus. você vai passar quatro dias e quatro noites no barco dormindo em rede com 100 brasileiros e não tem nada para fazer, não tem TV, não tem nada. celular não tem sinal, zero. todo mundo vai querer falar com você. você vai falar português por quatro dias e quatro noites consecutivas, sem parar e quando você chegar em Manaus você vai falar, você vai ter aprendido três vezes o português que você aprendeu em um ano de aulas nos Estados Unidos. e assim foi eu tipo super não sei como falar turbinei o meu português.

– um intensivo!

– e daí, Ah! mas também tem que mencionar que também chegando em Manaus eu beijei uma dançarina de forró então isso também eu tenho algo a ver com Forró Minha História de paixão pelo Brasil

– entendi você começou pela língua e através da língua você vai conhecendo outras partes da cultura.

– Também outro tipo de língua!

– Com certeza! você conheceu duas línguas diferentes. Seth, essa história é inspiradora. pelo seguinte: brazilian buddy falou sobre bonito, que é um lugar do Brasil muito interessante de conhecer. e eu tenho um aluno que me disse “Rodrigo eu pesquisei sobre bonito e quero ir” ele tá organizando uma viagem então o trabalho que a gente faz aqui, Seth, ele inspira pessoas. eu tenho certeza que depois dessa história que você contou muitas pessoas vão pesquisar sobre esses lugares que você falou e vão querer passar por essa experiência. eu inclusive porque é um lugar que eu não conheço. então eu quero conhecer essa cultura mesmo eu sendo brasileiro é completamente diferente do Rio de Janeiro em todos os sentidos né. Comida, é sotaques pessoas. muito legal. depois de você ter passado por essa experiência do barco você Continua Estudando e eu te pergunto isso seth pelo seguinte as pessoas que escutam esse podcast estão interessadas em Brasil, Estão interessados na língua portuguesa Então você é um cara que já fala português muito bem então fala um pouquinho por favor dos seus métodos de estudo. depois que você passou por essa experiência o que você continuou fazendo para estudar?

– bom, estamos falando agora ainda de 2004 né comecei a estudar português em 2003 fui para o barco em 2004 e superturbinei meu português mas não falava nem quase o que estou falando hoje. Continuei com as aulas por mais alguns anos continuei visitando o Brasil que eu acho que nem todo mundo pode né mas se você pode é muito importante e eu acho que foi Provavelmente em 2008 me mudei para o Brasil por alguns anos por um trabalho foi aí que eu acho que parei de estudar português porque já ia morar no Brasil já falava bem mas meus métodos de aprender além das aulas porque as aulas tão importantes mas eu acho que, sabe, eu vou te contar normalmente se estou no Uber no Brasil e o motorista fala comigo nossa você é americano Eu sempre queria aprender inglês e eu falei ah mas pode aprender ele falou não nunca consegui eu falei o que que você fez não fala eu fiz aulas duas vezes por semana por alguns meses eu falei você fez uma hora de aula duas vezes por semana tudo bem é importante mas é muito menos do que o necessário você tem que ter uma paixão pela língua ou um desejo muito forte ou um incentivo muito forte que vai te fazer passar várias horas fora de aula praticado. a sorte é que hoje em dia tem tudo para aprender português tem você tem todo tipo de conteúdo no YouTube no Instagram no Tik Tok tem a séries que você pode assistir no Netflix tem 80 milhões. sabe que eu fiz naquela época a internet não era tão sofisticada eu todos os dias escutava a rádio do Rio de Janeiro todas as manhãs Tupi AM Roberto Canazio programa de Roberto Canazio na MinhaCasa Nova Iorque. Essa foi minha forma. também naquela época não existia a Amazon ainda tinha uma livraria só de livros em português em Nova York E por coincidência estava quase ao lado da minha casa nem era uma livraria de rua. tinha que subir até o sexto andar era um lugar que normalmente as pessoas compravam por correio mas estava do lado eles deixava você entrar eu comprei vários livros mas você tem que saber quais livros comprar. você não pode comprar Machado de Assis e Saramago. você vai desistir. Livros de crônicas, livros de jornalismo sei lá livros que eu conseguia entender e eu sempre estava lendo e é isso eu acho que a verdade tem pessoas que são muito talentosos e conseguem não sei como eles aprendem Do nada eles aprenderam mas isso um de cada milhão de pessoas as pessoas normais tem que se apaixonar pela pela língua Ou tem que ter um incentivo muito grande tipo vai morar no Brasil e não falar nada e você nem consegue pedir uma coxinha na lanchonete você tem que ter isso e com isso você vai passar horas e horas e horas todo o seu tempo livre.

– Concordo, concordo 100%. e Você tocou Você tocou na minha opinião Você tocou no ponto principal Paixão quando a gente se propõe a estudar um idioma novo Tem que ser um esforço diário uma vez por semana duas vezes por semana Claro você vai aprender mas vai demorar eu tava conversando isso hoje.

– pensa em as outras pessoas que viram especialistas em algo jogador de basquete não vai para treino uma hora duas vezes por semana jogador de basquete que vira profissional está jogando basquete em todos os minutos livre que ele tem vai encontrar os amigos vai jogar basquete vai ficar lá fora praticando chutando sozinho até às dez da noite isso você tem que fazer. ninguém vira bom em nada sem passar o tempo livre fazendo essa coisa.

– exatamente. Seth, ótimos conselhos foi muito legal ouvir a sua experiência como você teve contato com o Brasil para a gente finalizar eu gostaria que você desse alguma sugestão para o estrangeiro que quer vir para o Brasil o que você sugere para esse estrangeiro? vou deixar as palavras finais com você

– primeiro é muito importante evitar o Rio de Janeiro para não falar como Uncle Brazil. Brincadeira! eu gosto do sotaque carioca. Bom, já dei muitas dicas mas eu diria que quando é possível aproveita qualquer oportunidade de praticar agora nos Estados Unidos parece que tem brasileiros em todos os lugares não é difícil fazer amizade com brasileiros . Se você entra no lugar uma loja brasileira falando português ou restaurante brasileiro falando português Quando você vai para o Brasil é importante não só ir para os lugares turísticos quer aprender mesmo vai para uma área linda mas que não tem tantos turistas estrangeiros. Minas Gerais sei lá interior da Bahia essas dicas eu dou também e vou te dizer também pode assistir os vídeos do canal “amigo gringo” porque sabe que muitos gringos dizem que adoram meu canal não pelo conteúdo mas porque eu sou única pessoa que eles entendem quando eu falo português porque tenho sotaque gringo e eles conseguem me entender e Dizem que quando eles entram em qualquer outro youtube brasileiro não entendem nada então vou deixar essas últimas dicas

– muito legal, Seth. eu assisti aos vídeos do seu canal eu vi os seus posts no Instagram e eu gostei muito do seu trabalho então pessoal visitem o seth no amigo gringo inclusive Gringo é uma palavra muito local aqui do Brasil é uma expressão que quer dizer estrangeiro foreigner né então amigo gringo parabéns pelo trabalho e muito obrigado por ter aceitado participar do meu podcast foi um prazer. foi muito legal tá bom muito obrigado

– muito divertido!

É isso Pessoal esse foi o Episódio de hoje. Espero que tenham gostado não seesqueçam de compartilhar esse episódio com alguém que também esteja estudando português ou com alguém que também seja apaixonado pela cultura brasileira até a próxima. Valeu!

Support my work – Apoie o meu trabalho

https://www.patreon.com/unclebrazil

Leave a Comment

Become a member and have access to all the content in my blog and other benefits

Become a memberAlready a member? Log in.
Back to Top Back to Bottom