Brazilian Portuguese: Por que, Porque, Por quê, Porquê

For Portuguese, scroll down

Portuguese grammar can be a little complicated and in some cases have a lot of details. For example, the use of “Why – Por que”. Did you know that there are 4 types of “Por que” in Portuguese? That’s right!!!

I decided to write this article because a student brought me this question. He wrote a text and in some point he used the wrong “Por que”. In this article we will understand these differences so you don’t get lost when you find these cases.

It is important for me to say that when we pronounce these 4 “Por que” there is no difference in pronunciation!!! The difference is only in the writing.

Let’s go to the differences:

1- Por que

In this case, when it is written separately and without an accent, it is used to ask a question, at the beginning of the sentence. It can be replaced, for example, by “for what reason – por qual motivo”.

The complete content is available only to members.

Become a member for U$4/month and have access to all the content in my blog and other benefits 🙂


Become a member Already a member? Log in

Examples:

– Why do you study Portuguese?

Por que você estuda português? / Por qual motivo você estuda português?

Why is the sky blue?

Por que o céu é azul? / Por qual motivo o céu é azul?

The “Por que” can also be used to establish a relationship with a previous term and act as a link between two sentences, and can be replaced by “by which – pelo qual”, for example:

Examples:

– That’s why I study Portuguese.

Esse é o motivo por que a eu estudo português. / Esse é o motivo pelo qual eu estudo português.

– That’s why the sky is blue.

Essa é a razão por que o céu é azul. / Essa é a razão pela qual o céu é azul.

2- Porque

When it is written together and without an accent, it is often used in answers and explanations. It can be replaced, for example, by “because – pois”.

Examples:

– I study Portuguese because I want to live in Brazil.

Eu estudo português porque eu quero morar no Brasil. / Eu estudo português pois eu quero morar no Brasil.

– The sky is blue because the Earth is round.

O céu é azul porque a Terra é redonda. / O céu é azul pois a Terra é redonda.

3- Por quê

Written separately and with an accent, it can be replaced by “for what reason – Por qual motivo”, for example. The difference for case 1 is that the “Por quê” is used at the end of the sentence, before the period, exclamation point or question mark.

Examples:

– Why do you study Portuguese?

Você estuda português por quê? / Você estuda português por qual motivo?

– The sky is blue and I don’t know why.

O céu é azul e eu não sei por quê. / O céu é azul por qual motivo?

4- Porquê

Together and with an accent is used to indicate the reason, cause or reason for something. The tip is that this form is almost always used together with an article (o, a, um, um…). It can be replaced by “the reason – o motivo”, “the cause – a causa”, “the reason – a razão”.

Examples:

– She studies Portuguese and doesn’t know why

Ela estuda português e não sabe o porquê. / Ela estuda português e não sabe o motivo.

– The sky is blue and I don’t know why.

O céu é azul e eu não sei o porquê. / O céu é azul e eu não seu a causa.

Hope you understand the difference. I know it’s a little complicated, but it’s like I said at the beginning: the only difference is in the writing. When speaking, the pronunciation is the same. So don’t worry so much

Practice now with the exercises I created for you. The link is at the end of this article.

Support my work – Apoie o meu trabalho

https://www.patreon.com/unclebrazil

PORTUGUÊS

A gramática portuguesa pode ser um pouco complicada e em alguns casos ter muitos detalhes. Como por exemplo o uso do “Por que”. Você sabia que existem 4 tipos de “Por que” em português? É isso mesmo!!!

Eu resolvi escrever esse artigo porque um aluno me trouxe essa questão. Ele escreveu um texto em um momento ele usou o “Por que” errado. Nesse artigo a gente vai entender essas diferenças para você não ficar perdido quando encontrar esses casos.

É importante eu dizer que quando pronunciamos esses 4 “Por que” não há diferença nenhuma na pronúncia!!! A diferença é somente na escrita.

Vamos às diferenças:

1- Por que

Nesse caso, quando ele é escrito separado e sem acento, ele é usado para fazer uma pergunta, no início da frase. Pode ser substituído, por exemplo, por “por qual motivo”.

Exemplos:

– Por que você estuda português? / Por qual motivo você estuda português?

– Por que o céu é azul? / Por qual motivo o céu é azul?

O “Por que” separado sem acento também pode ser usado para estabelecer uma relação com um termo anterior e agir como elo entre duas frases, podendo ser substituído por “pelo qual”, por exemplo:

Exemplos:

– Esse é o motivo por que a eu estudo português. / Esse é o motivo pelo qual eu estudo português.

– Essa é a razão por que o céu é azul. / Essa é a razão pela qual o céu é azul.

2- Porque

Quando ele é escrito junto e sem acento, ele é usado geralmente em respostas e explicações. Pode ser substituído, por exemplo, por “pois”.

Exemplos:

– Eu estudo português porque eu quero morar no Brasil. / Eu estudo português pois eu quero morar no Brasil.

– O céu é azul porque a Terra é redonda. / O céu é azul pois a Terra é redonda.

3- Por quê

Escrito separado e com acento, pode ser substituído por “por qual motivo”, por exemplo. A diferença para o caso 1 é que o “Por quê” é usado no final da frase, antes de ponto final, ponto de exclamação ou de interrogação.

Exemplos:

– Você estuda português por quê? / Você estuda português por qual motivo?

– O céu é azul e eu não sei por quê. / O céu é azul por qual motivo?

4- Porquê

Junto e com acento é usado para indicar o motivo, a causa ou a razão de algo. A dica é que essa forma quase sempre é usada junto de um artigo (o, a, um, uma…). Pode ser substituído por “o motivo”, “a causa”, “a razão”.

Exemplos:

– Ela estuda português e não sabe o porquê. / Ela estuda português e não sabe o motivo.

– O céu é azul e eu não sei o porquê. / O céu é azul e eu não seu a causa.

Espero que você tenha entendido a diferença. Entendo que seja um pouco complicado, mas foi como eu disse no início: a única diferença é na escrita. Ao falar, a pronúncia é a mesma. Portanto, não se preocupe tanto

Pratique agora com os exercícios que eu criei pra você.

This is an example of the content I give in my classes. Schedule a free trial class and get to know my method! – Esse é um exemplo do conteúdo que eu dou em minhas aulas. Agende uma aula experimentalgratuita e conheça o meu método! –> I want to speak portuguese!!!

Support my work – Apoie o meu trabalho

https://www.patreon.com/unclebrazil

Leave a Comment

Become a member and have access to all the content in my blog and other benefits

Become a memberAlready a member? Log in.
Back to Top Back to Bottom